Golden do Bem

Cães de Serviço para Crianças com Autismo 

logo-gdobemNo caso específico de crianças com autismo, os cães podem proporcionar ao paciente senso de autonomia, valor próprio, melhor reconhecimento de si e, embora muitos desses pacientes não falem e tenham aversão ao toque, a convivência com cães terapeutas pode melhorar a capacidade de comunicação e a sensibilidade. O convívio com animais expande a capacidade de contato com outros elementos do mundo externo. As crianças com autismo apresentam menos sintomas de autismo quando em companhia do cão, possibilitando uma maior interação, o cão estimula os autistas de modo a se tornarem mais capacitados para participar e desfrutar de interações sociais. A interação com os animais faz crescer o envolvimento social das crianças para com os demais integrantes da família.

As crianças são beneficiadas com relação à segurança, o companheirismo, o reconhecimento social positivo o desenvolvimento de habilidades motoras e a interação familiar. Benefícios para os pais e familiares incluem diminuição da ansiedade sobre a segurança da criança, redução do número de acessos de raiva da mesma, aumento dos passeios familiares, reconhecimento social positivo e muitas vezes a interação com a criança autista que antes não existia.

Um cão de serviço, treinado para crianças com TEA, pode aumentar a segurança, a reciprocidade social, os comportamentos adaptativos, além diminuir o stress parental.

Cães de Serviço para Diabéticos

Os cães podem ser grandes parceiros de pacientes com diabetes; e se treinados, eles são capazes de alertar sobre quadros iminentes de hipoglicemia. Nossos companheiros caninos possuem cerca de 25 vezes mais receptores olfativos do que nós. Se tivéssemos essa capacidade, poderíamos perceber uma colher de chá de açúcar dissolvida em duas piscinas olímpicas. Tamanha sensibilidade permite que os cães avisem quando os níveis de açúcar no sangue estão baixos.

Pessoas com diabetes tipo 1 podem ter tremedeira, desorientação, fadiga … quando passam por hipoglicemia. Se elas não receberem glicose rapidamente, o quadro pode avançar para convulsões e até mesmo perda de consciência. Alguns pacientes sofrem ataques repentinos, e os cachorros ajudam a evitar esses casos, alertando seus donos. Os cães podem alertar seus donos com bastante antecedência, pois conseguem identificar o início das crises, sutis alterações já são suficientes para o fiel companheiro dar o alerta.

Cães de alerta para diabéticos, além de poder salvar a vida de seus donos, também fornecem suporte emocional, principalmente para crianças onde a parceria chega a ser comovente, uma verdadeira dupla perfeita. Esses cães salvam vidas e trazem alegria e tranquilidade para toda a família.  

Entre em contato conosco caso tenha interesse
em um Cão de Serviço.

Solicite um orçamento