Blog

Emocoes Vs. Comportamento e Olfato

Emoções e Comportamentos

É um fato indiscutível que as emoções controlam o comportamento, elas podem  mover os cães assim como as pessoas do conforto e prazer ao desconforto e dor. O comportamento é influenciado através de processos fisiológicos, incluindo a atividade de neurotransmissores e hormônios. Neurotransmissores, como a serotonina e dopamina, transmitem mensagens químicas para o cérebro e para os órgãos de cães da mesma forma que para os seres humanos.       

Como resultado ambos têm as mesmas reações fisiológicas a estados comportamentais, como alegria, medo, excitação e dor.

Serotonina, por exemplo, tem um profundo efeito sobre as emoções e é responsável pela regulação do humor, realçando um sentimento positivo e inibindo a resposta agressiva. A dopamina ajuda a concentrar a atenção, promovendo sentimentos de satisfação. A falta desses neurotransmissores causa irritabilidade, controle de impulso limitado sobre a reatividade, ansiedade e maior sensibilidade à dor.

Enquanto a reação física é semelhante em ambas as espécies, a maneira como as emoções são processadas no cérebro poderia  ser onde a experiência emocional das duas espécies se difere.

Simplesmente porque as emoções humanas fluem através de um córtex que é cinco vezes maior do que o de um cão (o córtex cerebral é a área do cérebro responsável pela inibição social, controle de impulso, resolução de problemas, pensamento e aprendizagem), isso pode significar que, mesmo um  cão tendo habilidades cognitivas impressionantes, seu processamento de emoções é muito menos complexo,

Simplificando: no cão, o sentimento é muito puro e espontâneo, pois não e afetado pela complexidade do pensamento humano, suas convenções …..

Emoção e Olfato

O nariz de um cão domina seu cérebro, na verdade, a parte do cérebro do cão  dedicada ao olfato é  quarenta vezes maior do que a de  um ser humano. O cérebro do cão é literalmente construído em torno da informação de seu olfato.

Entao vejamos: sensações  olfativas são  intimamente ligadas  às emoções, isso  se torna então, uma clara  evidência de que a experiência emocional de um cão pode ser muito maior do que poderíamos imaginar.

Alguma vez você já cheirou algo que evocou uma memória, que por sua vez,  gerou algum tipo de emoção, uma lembrança, um sentimento… Imagine então que se tivéssemos a capacidade olfativa do  cão, seríamos em realidade  Super Heroes, com super poderes olfativos e teríamos em conseguencia disso o cérebro muito mais desenvolvido e uma percepção do mundo muito mais completa e eficaz.

Pensar portanto que esse super poder dos cães seria algo pouco contributivo,e não impulsionaria suas emoções  para algo muito mais complexo, seria no mínimo inocência.

Cães tem simplesmente uma forma diferente de se relacionar com o mundo,  e um potencial imenso para se desenvolver.